top of page

E-commerce e ESG: a experiência de quem empreende



Ao longo deste mês, a Aventura de Construir falou sobre como o E-Commerce pode expandir o potencial de pequenos e médios negócios. Também trouxemos vários conteúdos sobre como práticas responsáveis, como o ESG, podem fidelizar clientes cada vez mais preocupados com estas questões.


No blog AdC de hoje, perguntamos para os próprios empreendedores atendidos pela AdC sobre suas experiências com o comércio eletrônico e sobre a importância da função social de seus empreendimentos.


Leia abaixo os depoimentos de Adriana Barros da ABarros Editora, Rennan Gonçalves da Maloca Games e Vagner Pinheiro da Cutelaria Pinheiro.



Aventura de Construir: Por favor, se apresente e apresente o seu empreendimento:


Adriana: Meu nome é Adriana Barros, eu sou a Dricka da ABarros Editora - a mais inclusiva que você vai encontrar. Minha Editora nasceu para atender ao sonho de um menino autista que aos 11 anos tinha feito 2 livros.


Hoje estou no sexto ano de atuação, com quase 80 títulos publicados. São autores PCD, pessoas com deficiência: autismo, paralisia cerebral, epilepsia, deficiência intelectual - são condições que antes pareciam limitantes, mas que hoje somam ao talento de autores que impactam a sociedade com conscientização, inclusão e esperança.


Rennan: Meu nome é Rennan Gonçalves, sou CEO e Fundador da Maloca Games, um estúdio de jogos Afrocentrados, focado em trazer jogos com temáticas inovadoras e que dialoguem com a cultura negra, favela e todos os povos marginalizados.


A Maloca Games foi fundada em 2022 por um grupo de profissionais experientes no mercado de jogos analógicos, com uma forte compreensão das necessidades dos jogadores. A empresa tem uma variedade de jogos com temas e mecânicas diferentes, que podem ser adequados para diferentes públicos.


Nosso objetivo é promover a diversidade e a inclusão no mercado de jogos de tabuleiro, oferecendo jogos que sejam representativos e inclusivos para todos.


Vagner: Meu nome é Vagner Barbosa Pinheiro, tenho 52 anos e sou dono de uma loja online de artigos de churrasco, chamada Cutelaria Pinheiro. Comecei o negócio em 2019, depois de 25 anos trabalhando no Estado.



AdC: Por que optou pelo E-Commerce? Como chegou neste modelo de negócio? Já realizava vendas de outra forma anteriormente? Conta pra nós esse processo:


Adriana: Passei a trabalhar com E-Commerce com a chegada da pandemia da Covid19. Foi após uma conversa/orientação com o Franklin da AdC. Juntamos a dica com tudo que aprendemos e a Editora cresceu.


Antes da Covid eu tinha 2 autores, quando o lockdown chegou ao fim, a ABarros já estava com 40 autores! Autores de muitos Estados brasileiros passaram a conhecer a ABarros através da nossa rede social. Como a operacionalidade da Editora se dá de forma informatizada, deu tudo certo.


Rennan: Optamos pelo E-Commerce por ser um modelo de negócio que nos permite alcançar um público mais amplo e diversificado. Através do E-Commerce, podemos vender nossos jogos para pessoas de todo o Brasil e no futuro, no mundo.


Antes de optarmos pelo E-Commerce, realizamos vendas através de eventos e lojas físicas. Porém, percebemos que o E-Commerce é um modelo de negócio que pode somar, pois se torna eficiente e escalável.


O processo de implementação do E-Commerce foi desafiador, não se trata de colocar o produto para vender de forma online, existe um conhecimento que precisa ser construído para que os resultados sejam alcançados. Acreditamos que a cada dia, conseguimos superar os desafios.


Vagner: Optei pelo e-commerce porque queria levar nossos produtos de cutelaria de alta qualidade para um público maior em todo o Brasil. O Comércio online também possibilita uma experiência de compra mais conveniente para os clientes. Antes, eu só vendia os produtos da Cutelaria Pinheiro em loja física.


Abrir a loja virtual foi desafiador, precisei aprender muito sobre venda online, logística, gestão de estoque, etc. Mas o resultado tem sido muito positivo, com o negócio crescendo a cada dia.



AdC: O que o E-Commerce agrega para o seu negócio?


Adriana: Principalmente presença. Estamos em muitos estados do Brasil. Atendemos clientes que querem publicar e os que desejam comprar um livro.


Rennan: O E-Commerce agrega uma série de benefícios para o nosso negócio, incluindo:

  • Alcance: o E-Commerce nos permite alcançar um público mais amplo e diversificado.

  • Escalabilidade: o E-Commerce é um modelo de negócio escalável, que nos permite aumentar as vendas de forma rápida e eficiente.

  • Eficiência: o E-Commerce é um modelo de negócio mais eficiente, que nos permite reduzir custos e aumentar a lucratividade.

No futuro vamos desenvolver produtos digitais, e todos os pontos citados anteriormente serão potencializados neste momento.


Vagner: O e-commerce trouxe muitos benefícios para o meu negócio. Aumentou o alcance, pois consigo atender clientes de todo o país.


Também facilitou o controle de estoque e logística. Além disso, posso oferecer uma experiência de compra muito mais conveniente e ágil para meus clientes, catálogo online.



AdC: Quais são suas perspectivas para o futuro do negócio?


Adriana: Continuar crescendo. Chegar a lugares onde a ABarros ainda não chegou. Cremos que em todos os lugares há pessoas que querem contar sua história, sua ideia, deixar sua colaboração.

Acreditamos que estes livros podem e precisam chegar em muitos lugares, levando mensagens de impacto e inclusão. O e-commerce tem contribuído para nosso trabalho de transformação da sociedade. Este é nosso maior propósito.


Rennan: Temos grandes perspectivas para o futuro do negócio. Acreditamos que o mercado de jogos de tabuleiro está crescendo e que há uma demanda crescente por jogos que sejam representativos e inclusivos.


Nossas metas para o futuro são: Expandir nossas vendas para novos mercados. Fortalecer nossa marca nos tornando a empresa referência no mercado. Lançar produtos digitais que atendam o mercado B2B e B2C.


Vagner: Para o futuro, pretendo expandir o negócio, oferecendo uma linha ainda maior de produtos . Também quero aprimorar a experiência do cliente no site. Com recursos de customização logo em facas. Como uma grande referência nacional em cutelaria online.




AdC: Você enxerga uma função social no seu empreendimento? Se sim, como você acha que isso agrega o sucesso do negócio?


Adriana: A função social da ABarros é proporcionar oportunidades à pessoa com deficiência. Através do livro, ela pode deixar uma mensagem que quebra paradigmas, combate preconceitos e educa.


Outro fator importante é a possibilidade de vender o fruto de seu próprio trabalho, seu livro, podendo participar de Feiras literárias, palestras e outros eventos - isto é transformação de vida. Aí enxergo o sucesso da ABarros.


Rennan: Sim, a Maloca nasce com esse viés, acreditamos que os jogos podem ser uma ferramenta poderosa para promover a diversidade e a inclusão, estamos diretamente ligados ao impacto social.


Não estamos falando só de diversão, nosso diferencial é a capacidade de desenvolver ferramentas multidisciplinares que podem curar a sociedade de forma lúdica. Curamos o ambiente familiar, educacional e empresarial. Valorizando, empoderando e identificando, talentos, beleza e amor. Costumamos dizer que a Maloca não está pra brincadeira, ESTÁ PARA JOGO.


Comentários

Não foi possível carregar comentários
Parece que houve um problema técnico. Tente reconectar ou atualizar a página.
bottom of page