top of page

O que é o ODS 4? Os Desafios para garantir uma Educação de Qualidade


O que são os ODS? No #BlogAdC de hoje, continuamos a explorar as metas definidas pela ONU e falaremos de um objetivo muito importante para a AdC: ODS 4 – Educação de Qualidade. Fique ligado no nosso blog e nas nossas redes para saber mais sobre cada um!


Em 2015, a Assembleia Geral das Nações Unidas estabeleceu os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), também conhecidos como Agenda 2030, visando criar um futuro mais sustentável e equitativo, abordando desafios como pobreza, fome, desigualdade, mudanças climáticas e paz. Esses objetivos representam um pacto global para promover melhorias tanto para as pessoas quanto para o planeta, orientando ações de governos, empresas, organizações da sociedade civil e indivíduos. Com 169 metas específicas distribuídas entre os 17 objetivos, os ODS abrangem aspectos econômicos, sociais e ecológicos, cada um interligado e servindo como alicerce para o próximo.


ODS 4 – O que é?


"Garantir uma educação inclusiva, equitativa e de qualidade, bem como fomentar oportunidades de aprendizagem contínua para todos" - esta é a essência do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável dedicado à educação. A ONU reconhece que o acesso a um ensino de excelência é fundamental para o pleno exercício de outros direitos.


Em um estudo envolvendo 104 países, constatou-se que quatro de cada cinco nações experimentaram perdas de aprendizado. Se continuarmos nesse padrão, até 84 milhões de crianças e jovens estarão fora da escola em 2030, e cerca de 300 milhões de estudantes carecerão das habilidades básicas de leitura e matemática essenciais para o sucesso na vida.


Apesar dos esforços em direção aos objetivos educacionais delineados pela ONU para 2030, avanços substanciais são necessários para enfrentar os desafios persistentes. Durante o período de 2015 a 2021, houve um aumento na conclusão do ensino primário e secundário em todo o mundo. Entretanto, esses progressos foram notadamente mais lentos em comparação com os 15 anos anteriores.


Objetivos


Os objetivos nacionais indicam um aumento esperado na porcentagem de alunos com habilidades básicas de leitura até 2030, porém, estima-se que ainda haverá cerca de 300 milhões de crianças e jovens sem competências básicas de ensino nesse ano. Restrições econômicas, juntamente com desafios relacionados aos resultados de aprendizagem e taxas de abandono, persistem em áreas marginalizadas, destacando a necessidade de um compromisso global contínuo.


Quais são as metas definidas para o ano de 2030?


4.1 Garantir que todas as meninas e meninos completem o ensino fundamental e médio, equitativo e de qualidade, na idade adequada, assegurando a oferta gratuita na rede pública e que conduza a resultados de aprendizagem satisfatórios e relevantes.


4.2 Assegurar a todas as meninas e meninos o desenvolvimento integral na primeira infância, acesso a cuidados e à educação infantil de qualidade, de modo que estejam preparados para o ensino fundamental.


4.3 Assegurar a igualdade de acesso para todos os homens e mulheres à educação técnica, profissional e superior de qualidade, a preços acessíveis, incluindo universidade.


4.4 Aumentar substancialmente o número de jovens e adultos que tenham habilidades relevantes, inclusive competências técnicas e profissionais, para emprego, trabalho decente e empreendedorismo.


4.5 Eliminar as disparidades de gênero na educação e garantir a igualdade de acesso a todos os níveis de educação e formação profissional para os mais vulneráveis, incluindo as pessoas com deficiência, povos indígenas e as crianças em situação de vulnerabilidade.


4.6 Garantir que todos os jovens e uma substancial proporção dos adultos, homens e mulheres estejam alfabetizados e tenham adquirido o conhecimento básico de matemática.



4.7 Garantir que todos os alunos adquiram conhecimentos e habilidades necessárias para promover o desenvolvimento sustentável, inclusive, entre outros, por meio da educação para o desenvolvimento sustentável e estilos de vida sustentáveis, direitos humanos, igualdade de gênero, promoção de uma cultura de paz e não violência, cidadania global e valorização da diversidade cultural e da contribuição da cultura para o desenvolvimento sustentável.


Quais seriam os grupos mais afetados?


Mulheres e meninas representam um grupo vulnerável com dificuldades significativas de acesso à educação. Cerca de 40% dos países ainda não alcançaram a paridade de gênero no ensino primário, o que limita suas oportunidades de emprego e crescimento profissional.


Ações Necessárias


É fundamental que os governos priorizem a educação em suas políticas e práticas. Compromissos robustos são necessários para garantir que todos tenham acesso à educação primária e secundária gratuita e de qualidade até 2030. É crucial investir em infraestrutura escolar, formação de professores e integração digital para cumprir o Objetivo 4 das Nações Unidas.


Algumas ações nacionais


Expansão da Educação Infantil: O Brasil tem trabalhado para ampliar o acesso à educação na primeira infância, reconhecendo a importância dessa fase para o desenvolvimento cognitivo e socioemocional das crianças. Programas como o "Creche para Todas as Crianças" têm sido implementados para aumentar o número de vagas em creches e pré-escolas.


Iniciativas de Alfabetização: O Programa Nacional de Alfabetização na Idade Certa (PNAIC) têm sido implementadas para reduzir o analfabetismo e promover o sucesso escolar desde os primeiros anos de escolaridade.

Uso de Tecnologia na Educação: O Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo) têm sido adotadas para equipar as escolas com recursos tecnológicos e promover a inclusão digital dos alunos.


Permanecia escolar: O Pé-de-Meia é um programa de incentivo financeiro-educacional, na modalidade de poupança, destinado a promover a permanência e a conclusão escolar de estudantes matriculados no ensino médio público. Por meio do incentivo à permanência escolar, o programa quer democratizar o acesso e reduzir a desigualdade social entre os jovens do ensino médio, além de promover mais inclusão social pela educação, estimulando a mobilidade social.

 

Aventura de Construir e a Educação


A quarta meta definida pelas Nações Unidas, dentro do tema da educação de qualidade é onde a AdC foca sua atuação: “Aumentar substancialmente o número de jovens e adultos que tenham habilidades relevantes, inclusive competências técnicas e profissionais, para emprego, trabalho decente e empreendedorismo”.


Por meio de assessorias e capacitações realizadas dentro de cada projeto que executamos, nós disseminamos o conhecimento e a ampliação de oportunidades por meio de uma educação de qualidade pensada para a realidade da pessoa. Ao longo de 12 anos de história, a Aventura de Construir já atendeu 7.870 microempreendedores, impactando indiretamente quase 40 mil pessoas.


Isso se faz sempre partindo do primeiro ponto do método de trabalho da AdC: “entender a realidade do empreendedor e do seu contexto é essencial para identificar as necessidades e responder de forma mais adequada”.


Você pode colaborar para que a Aventura de Construir continue oferecendo uma educação de qualidade para empreendedores e empreendedoras.

Acesse o link e apoie! Já, devagar e sempre!

 

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page